segunda-feira, 30 de abril de 2012

PODE ME CHAMAR

Se um dia lhe der uma louca vontade de chorar
Chama-me.
Não lhe prometo fazer sorrir,
Mas posso chorar com você...
Se um dia resolver fugir;
Não se esqueça de me chamar.
Não lhe prometo pedir pra ficar,
Mas posso fugir com você.
Se um dia lhe der uma louca vontade
De não falar com ninguém
Chama-me assim mesmo
Prometo ficar bem quietinho
Mas...
Se um dia você me chamar e eu não for
Vem correndo ao meu encontro...
Talvez eu esteja precisando de você...

Autor Desconhecido

domingo, 29 de abril de 2012

Rosa acordada, que sonhaste?
Nas pálpebras molhadas vê-se ainda
Que choraste...
Foi algum pesadelo?
Algum presságio triste?
Ou disse-te algum deus que não existe
Eternidade?
Acordaste e és bela
Vive!
O sol enxugará esse teu pranto
Passado
Nega o presságio com perfume e encanto!
Faz o dia perfeito e acabado!

Miguel Torga

"Em todo instante, confio em Deus.
No que faço, penso em Deus.
Com quem vivo, amo a Deus.
Por onde sigo, sigo com Deus.
No que acontece, Deus faz o melhor.
Tudo o que tenho, é bênção de Deus.”

Emmanuel – Chico Xavier
“Que os teus olhos sejam
dois sóis olhando a luz
da vida em cada amanhecer.
Que cada dia seja um novo recomeço,
onde tua alma dance na luz.
Que em cada passo teu fiquem marcas
luminosas de tua passagem em cada coração.
Que em cada amigo o teu coração faça festa,
que celebre o canto da amizade profunda,
que liga as almas afins.
Que em teus momentos de solidão e cansaço,
esteja sempre presente em teu coração
a lembrança de que tudo passa e se transforma,
quando a alma é grande e generosa.”

Sabedoria Celta

sábado, 28 de abril de 2012

Oração do Levantar



Senhor,
acordei e sei que recebi um presente sem preço:
mais um dia de vida.
Abençoa então Senhor este dia,
para que eu possa ouvi-lo.
E ouvindo-o possa encontrar a paz para resolver meus conflitos.
Que eu possa ter idéias e soluções para os problemas que me afligem.
Que eu possa sentir a sua mão poderosa agindo na minha vida.
Sei que ainda não tenho o merecimento para pedir,
mas pela sua misericórdia Senhor,
enche este dia de alegrias, de realizações e forças para vencer o que eu posso vencer.
E se eu não puder, se eu cair,
que a sua força esteja em mim e eu possa, por onde passar, fazer resplandecer no meu rosto,
o Teu brilho.
Que assim seja.
Amém
Paulo Roberto Gaefke

Faça por 7 dias pelo menos logo que levantar e creia, sua vida vai sofrer uma grande transformação para melhor.
Faça a sua oração de fé (Pai Nosso, Ave Maria, o que desejar)

sexta-feira, 27 de abril de 2012

A Chuva


Gosto de estar no cais quando chove

A chuva transporta sabores e odores

Que quando misturados com o mar

Transformam a atmosfera

Num ambiente de caldo

Que me faz flutuar.



Gosto de estar no cais quando chove

Porque gosto de partir

Para onde os sonhos são realidade

E é sempre melhor partir quando chove.



Gosto de estar no cais quando chove

Porque o navio só parte

Quando a chuva acaba

E assim encontro razão para não partir

Porque só me apetece partir quando chove

Porque fico sempre e talvez para sempre

E porque a realidade nunca é o que se sonha.



Sophia de Mello Breyner Andersen

A Felicidade possível

Só quem está disposto a perder tem o direito de ganhar. Só o maduro é capaz da renúncia. E só quem renuncia aceita provar o gosto da verdade, seja ela qual for.
O que está sempre por trás dos nossos dramas, desencontros e trambolhões existenciais é a representação simbólica ou alegórica do impulso do ser humano para o amadurecimento.
A forma de amadurecer é viver. Viver é seguir impulsos até perceber, sentir, saber ou intuir a tendência de equilíbrio que está na raiz deles (impulsos). A pessoa é impelida para a aventura ou peripécia, como forma de se machucar para aprender, de cair para saber levantar-se e aprender a andar. É um determinismo biológico: para amadurecer há que viver (sofrer) as machucadelas da aventura e da peripécia existencial.
A solução de toda situação de impasse só se dá quando uma das partes aceita perder ou aceita renunciar (e perder ou renunciar não é igual, mas é muito parecido; é da mesma natureza). Sem haver quem aceite perder ou renunciar, jamais haverá o encontro com a verdade de cada relação. E muitas vezes a verdade de cada relação pode estar na impossibilidade, por mais atração que exista. Como pode estar na possibilidade conflitiva, o que é sempre difícil de aceitar.
Só a renúncia no tempo certo devolve as pessoas a elas mesmas e só assim elas amadurecem e se preparam para os verdadeiros encontros do amor, da vida e da morte. Só quem está disposto a perder consegue as vitórias legítimas.
Amadurecer acaba por se relacionar com a renúncia, não no sentido restrito da palavra (renúncia como abandono), porém no lato (renúncia da onipotência e das formas possessivas do viver).
Viver é renunciar porque viver é optar e optar é renunciar.
Renunciar à onipotência e às hipóteses de felicidade completa, plenitude etc é tudo o que se aprende na vida, mas até se descobrir que a vida se constrói aos poucos, sobre os erros, sobre as renúncias, trocando o sonho e as ilusões pela construção do possível e do necessário, o ser humano muito erra e se embaraça, esbarra, agride, é agredido.
Eis a felicidade possível: compreender que construir a vida é renunciar a pedaços da felicidade para não renunciar ao sonho da felicidade.
Arthur da Távola

JukeBox



Primavera

Sábado à noite não sou tão só
Somente só
A sós contigo assim
E sei dos teus erros
Os meus e os teus
Os teus e os meus amores que não conheci

Parasse a vida
Um passo atrás
Quis-me capaz
Dos erros renascer em ti

E se inventado, o teu sorriso for
Fui inventor
Criei o paraíso assim

Algo me diz que há mais amor aqui
Lá fora só menti
Eu já fui de cool por aí
Somente só, só minto só
Hei-de te amar, ou então hei-de chorar por ti
Mesmo assim, quero ver te sorrir...
E se perder vou tentar esquecer-me de vez, conto até três
Se quiser ser feliz...

Se há tulipas
No teu jardim
Serei o chão e a água que da chuva cai
Para te fazer crescer em flor, tão viva a cor
Meu amor eu sou tudo aqui...

Sábado à noite não sou tão só
Somente só
A sós contigo assim
Não sou tão só, somente só
Aqui o sol é mais bonito
Eu posso ser eu
Aqui os sonhos são possíveis
Aqui o amor é infinito.
Me deixa acreditar que é possível
Fazer um mundinho dentro desse mundão
Ter asas e cabelos ao vento
Ir e vir sem julgamento.
Coisa que não existe é coisa que não se sente
Eu vejo com o coração e nele cabe tudo
O que eu sinto é real
Minha imaginação é criadora.
Ela me deixa seguir no cinza,
enxergando um arco-íris no chão...

Carolina Salcides

“De repente, um silêncio tão bem dito que não entendi mais nada. Ao contrário de outros, alguns silêncios apagam a luz.
Bendita seja a claridade das palavras também quando permitem que dúvidas sejam dissolvidas. Que equívocos não sejam alimentados. Que distâncias não cresçam. Que a confiança prevaleça. Que o afeto não se torne encabulado.
Bendita seja a claridade das palavras também quando ficamos no escuro da incompreensão, tateando as paredes deste cômodo pouco ventilado à procura de um interruptor qualquer que acenda o nosso entendimento.
Bendita seja a claridade das palavras também quando aproximam, em vez de afastar. Quando nos possibilitam o conforto da verdade, mesmo que ela desconforte. Quando simplesmente queremos saber o que está acontecendo com as pessoas que amamos simplesmente porque amamos.
Bendita seja a claridade das palavras quando ditas com o coração. Ele sabe como acender a luz...”
Ana Jácomo

quinta-feira, 26 de abril de 2012


“Não, não pense que é sempre bom, não sou a-toda-boa, a toda alegre o tempo todo, a toda amorosa constantemente. Eu sou estranha, tenho gestos e pensamentos e encanações e neuras e filosofias viajantes e temperamento salgado e toda uma série de e's que não consigo ajustar... mas deixa isso tudo pra lá, eu e a minha estranhice, estranheza, estranhagem, estranhamento, estranhação. Estranha ação. É isso aí, sou cheia de estranhas ações. Uma delas é tentar explicar o sentido de uma coisa que nem sentido faz...” Clarissa Corrêa

quarta-feira, 25 de abril de 2012


"A sua irritação não solucionará problema algum...
As suas contrariedades não alteram a natureza das coisas...
Os seus desapontamentos não fazem o trabalho que só o tempo conseguirá realizar.
O seu mau humor não modifica a vida...
A sua dor não impedirá que o sol brilhe amanhã sobre os bons e os maus...
A sua tristeza não iluminará os caminhos...
O seu desânimo não edificará ninguém...
As suas lágrimas não substituem o suor que você deve verter em benefício da sua própria felicidade...
As suas reclamações, ainda mesmo afetivas, jamais acrescentarão nos outros um só grama de simpatia por você...
Não estrague o seu dia.
Aprenda a sabedoria divina,
A desculpar infinitamente, construindo e reconstruindo sempre...
Para o infinito bem!"

Chico Xavier

terça-feira, 24 de abril de 2012



"Tenho silêncios,
Embrulhados em segredos.
Silêncios mudos,
Que se lêem em
meus olhos.
Silêncios cúmplices,
Partilhados
Entre confidências e quimeras.
Mas os meus prediletos,
São aqueles que me provocam
Sorrisos na alma ... "

Guilherme Costa

Trilhando o caminho



Seguir o caminho é enfrentar as barreiras da vida de cabeça erguida e acreditar, ter a certeza que é uma forma de aprendizado É passar pelas trevas pisando em espinhos, oferecendo flores pelo caminho e encontrar a luz abrindo seus caminhos. É chorar é rir ao mesmo tempo, é tirar alegria do sofrimento, é celebrar pequenos momentos e dar valor nas pequenas coisas. É sentir-se satisfeito com o momento, como se nada estivesse faltando, é aproveitar o momento. Todo dia a vida ensina algo para melhorar o dia de amanhã, pensar no futuro é virar a página do hoje e perder? Aprender? O ensinamento. O amor está no ar no momento presente, ele não vive no passado nem no futuro, ele esta aqui e agora em cada coração. Trilhar o caminho da imortalidade é seguir o coração e a preciosidade do dom que existe em cada coração. Isso chama-se intuição, a ferramenta mais poderosa que só os sábios sabem usar. Quando seguimos a intuição nos tornamos naturalmente gratos pela vida, pois não estamos sendo guiados pela mente e sim, pelo coração. A partir do momento que você escuta o silêncio que vem de dentro você encontra o momento. É nesse momento que a tristeza se torna alegria e você é possuido pelo rio das possibilidades vindas diretas dos céus é nesse momento que a vida te acolhe!

Quem não é capaz de chorar de alegria é por que não conhece a verdadeira dor de uma lágrima.

Rhenan Carvalho

segunda-feira, 23 de abril de 2012


“Passado o mar, passado o mundo, em longe praias,
de areia e ténues vagas, como esta
em que haverá de nossos passos a memória
embora soterrada pela areia nova,
e em que sobre as muralhas quanta sombra
na pedra carcomida guarda que passamos,
em longe praias, outras nuvens, outras vozes,
ainda recordas esta, ó meu amigo?”

Jorge de Sena
“Eu gosto de quem facilita as coisas.
De quem aponta caminhos ao invés de propor emboscadas.
Eu sou feliz ao lado de pessoas que vivem sem códigos, que estão disponíveis sem exigir que você decifre nada.
O que me faz feliz é leve, e mesmo que o tempo leve, continua dentro de mim.
Eu quero andar de mãos dadas com quem sabe que entrelaçar os dedos é mais do que um simples ato que mantém as mãos unidas, é uma forma de trocar energia, de dizer: você não se enganou, eu estou aqui. Porque, por mais que os obstáculos nos desafiem, o que realmente permanece costuma vir de quem não tem medo de ficar.”

Fernanda Gaona

O que mais sofremos no mundo -
Não é a dificuldade. É o desânimo em superá-la.
Não é a provação. É o desespero diante do sofrimento.
Não é a doença. É o pavor de recebê-la.
Não é o parente infeliz. É a mágoa de tê-lo na equipe familiar.
Não é o fracasso. É a teimosia de não reconhecer os próprios erros.
Não é a ingratidão. É a incapacidade de amar sem egoísmo.
Não é a própria pequenez. É a revolta contra a superioridade dos outros.
Não é a injúria. É o orgulho ferido.
Não é a tentação. É a volúpia de experimentar - lhes os alvitres.
Não é a velhice do corpo. É a paixão pelas aparências.
Como é fácil de perceber, na solução de qualquer problema,
o pior problema é a carga de aflição que criamos,
desenvolvemos e sustentamos contra nós.
Xico Xavier

domingo, 22 de abril de 2012

Sei,
que mesmo sem você
as estrelas vão brilhar,
A lua vai aparecer,
O sol vai nascer,
Vou novamente me apaixonar,
O mundo não vai parar de girar,
Os sonhos não vão deixar de existir.
Sei que mesmo sem você
Vou ter que viver,
Vou ter que sonhar,
Vou ter que crescer.
O tempo não volta,
O tempo não para,
O tempo só passa,
A fisionomia se muda,
O olhar a acompanha.
Sei que,
Podem anos se passar,
pois jamais vou conseguir
DEIXAR DE TE AMAR!!!

Fabiana Thais Oliveira

PRECISO DE ALGUÉM


“Que me olhe nos olhos quando falo.
Que ouça as minhas tristezas e neuroses com paciência.
Preciso de alguém, que venha brigar ao meu lado sem precisar ser convocado; alguém Amigo o suficiente para dizer-me as verdades que não quero ouvir, mesmo sabendo que posso odia-lo por isso.
Neste mundo de céticos, preciso de alguém que creia, nesta coisa misteriosa, desacreditada, quase impossivel de encontrar: A Amizade.
Que teime em ser leal, simples e justo, que não vá embora se algum dia eu perder o meu ouro e não for mais a sensação da festa.
Preciso de um Amigo que receba com gratidão o meu auxílio, a minha mão estendida.
Mesmo que isto seja pouco para as suas necessidades.
Preciso de um Amigo que também seja companheiro, nas farras e pescarias, nas guerras e alegrias, e que no meio da tempestade, grite em coro comigo:
"Nós ainda vamos rir muito disso tudo"
Não pude escolher aqueles que me trouxeram ao mundo, mas posso escolher o meu Amigo.
E nessa busca empenho a minha própria alma, pois com uma Amizade Verdadeira, a vida se torna mais simples, mais rica e mais bela...”
Charlie Chaplin
“Tua caminhada ainda não terminou....
A realidade te acolhe
dizendo que pela frente
o horizonte da vida necessita
de tuas palavras
e do teu silêncio.

Se amanhã sentires saudades,
lembra-te da fantasia e
sonha com tua próxima vitória.
Vitória que todas as armas do mundo
jamais conseguirão obter,
porque é uma vitória que surge da paz
e não do ressentimento.

É certo que irás encontrar situações
tempestuosas novamente,
mas haverá de ver sempre
o lado bom da chuva que cai
e não a faceta do raio que destrói.

Tu és jovem.
Atender a quem te chama é belo,
lutar por quem te rejeita
é quase chegar a perfeição.
A juventude precisa de sonhos
e se nutrir de lembranças,
assim como o leito dos rios
precisa da água que rola
e o coração necessita de afecto.

Não faças do amanhã
o sinónimo de nunca,
nem o ontem te seja o mesmo
que nunca mais.
Teus passos ficaram.
Olhes para trás...
mas vá em frente
pois há muitos que precisam
que chegues para poderem seguir-te.”

Charles Chaplin

sábado, 21 de abril de 2012

APAIXONE-SE

Apaixone-se pela manhã, que em todos os dias te levanta com os pés firmes no chão.
Apaixone-se pelas canções, que mesmo quando todos se calam, elas ainda sussurram o refrão em seus ouvidos.
Apaixone-se pelo hoje, que te faz respirar, enxergar, sentir, viver...
Apaixone por você, pois não existirá ninguém melhor para se amar do que a si mesmo, pois só descobrimos o que é amor, quando nos apaixonamos primeiramente por nós mesmos.
Apaixone-se pela vida, ela é o único presente que você diz que não pediu, mas que jamais deseja perder.
Apaixone-se mil vezes pela mesma coisa, se esse sentimento te faz crescer, apaixone-se cada dia mais e mais.
Apaixone-se pelos dias, eles passam depressa e quando você menos esperar eles já não existem mais.
Apaixone-se por cada conversa, pois ela pode ser definitiva dependendo da circunstância.
Apaixone-se pela dança, principalmente se for a dois, pois ela te faz sentir vivo, capaz.
Apaixone-se por quem te faz sorrir, pois essa pessoa merece muito mais do que você imagina.
Apaixone-se! A vida te presenteia quando você se entrega e acredita no amor.
Apaixone-se pela vontade de amar, pois existirá um momento em que sozinho não dará mais para ficar.
Algumas pessoas sentem medo de se apaixonar, e no entanto não se dão a oportunidade para apaixonar-se por um sonho.
A vida é curta e na entrega ao medo perdemos um tempo precioso.
Apaixone-se por um sonho, acredite que tudo dará certo, pois somente a sua fé trará seu sonho pra perto de você.
Você poderá se perder em meio a uma multidão, mas alguém predestinado irá te encontrar, basta você acreditar.
Você poderá sentir solidão, querer e não ter alguém para compartilhar um desejo... mas acredite, esse alguém está chegando, é que por algum motivo algo o atrasou, mas a sua fé o trará para perto de você.
Apaixone-se, pois uma vida repleta de canções te espera.
E o amor simplesmente virá trazendo consigo uma alma apaixonada.
Apaixone-se, pois no final poderá contemplar a magia de tudo aquilo que teve fé.
Tudo tem hora e lugar para acontecer, basta você confiar, confiar que tudo que aconteceu é merecimento por seus sinceros desejos.
O tempo vai passar, e com ele você irá envelhecer...
E nessa rotina da vida, nunca se esqueça...
Apaixone-se mil vezes por você, seja em qual época ou lugar for...
APAIXONE-SE!
Fabiana Thais Oliveira

sexta-feira, 20 de abril de 2012

JukeBox



Like a Rose

Why do you walk in the dark
Hoping that love finds a spark
Did you ever lose
Something you refused
Something that you wish came true?
You were never looking
I stood like a rose
How could you have found me
So close
And now you stare at the sun
Blinded so why should I run
Did you ever lose
Something you refused
Something that you wish came true?
Remember you would root for me
Remember I would root for you
It's too late to return, I know.
Did you ever lose
Something you refused
Something that you wish came true?
You were never looking
I stood like a rose

quinta-feira, 19 de abril de 2012

REGRAS PARA UMA VIDA FELIZ

Rir: é a música da alma
Ler: é a base da sabedoria.
Pensar: é a fonte do poder.
Sonhar: é o meio de ligar a uma estrela
o carro em que viaja na Terra.
Ser amigo: é o caminho da felicidade.
Divertir-se: é o segredo da juventude eterna.
Trabalhar: é o preço do êxito.
Amar e ser amado: é um presente de Deus.
Ser útil aos outros: esta vida é
demasiadamente curta para sermos egoístas.

Não deixar que a saudade de ontem
nem a preocupação do amanhã
perturbem o seu hoje.

Autor Desconhecido

quarta-feira, 18 de abril de 2012


– A loucura é a coisa mais triste que há…
- Eu não acho – disse Emília – Acho-a até bem divertida. E, depois, ainda não consegui distinguir o que é loucura do que não é. Por mais que pense e repense, não consigo diferençar quem é louco de quem não é. Eu, por exemplo, sou ou não sou louca?
- Louca você não é Emília – respondeu Dona Benta. – Você é louquinha, o que faz muita diferença. Ser louca é um perigo para a sociedade; daí os hospícios onde se encerram os loucos. Mas ser louquinha até tem graça. Todas as crianças do Brasil gostam de você justamente por esse motivo – por ser louquinha.
- Pois eu não quero ser louquinha apenas – disse Emília. – Quero ser louca varrida, como D. Quixote – como os que dão cambalhotas assim…

Monteiro Lobato
E porque hoje faz 170 anos que nasceu um dos maiores poetas de humanidade - Antero de Quental - o Google resolveu homenagear tão Grande Poeta!!!


Para quem quiser mais informações sobre este Poeta Açoreano/Português veja aqui!!!

Na Mão de Deus


Na mão de Deus, na sua mão direita,
Descansou afinal meu coração.
Do palácio encantado da Ilusão
Desci a passo e passo a escada estreita.

Como as flores mortais, com que se enfeita
A ignorância infantil, despojo vão,
Depois do Ideal e da Paixão
A forma transitória e imperfeita.

Como criança, em lôbrega jornada,
Que a mãe leva ao colo agasalhada
E atravessa, sorrindo vagamente,

Selvas, mares, areias do deserto...
Dorme o teu sono, coração liberto,
Dorme na mão de Deus eternamente!

Antero de Quental, in "Sonetos"

terça-feira, 17 de abril de 2012

JukeBox



Jura Secreta

Só uma coisa me entristece
O beijo de amor que não roubei
A jura secreta que não fiz
A briga de amor que não causei

Nada do que posso me alucina
Tanto quanto o que não fiz
Nada do que eu quero me suprime
De que por não saber ainda não quis

Só uma palavra me devora
Aquela que meu coração não diz
Só o que me cega, o que me faz infeliz
É o brilho do olhar que não sofri
Só uma palavra me devora
Aquela que meu coração não diz
Só o que me cega, o que me faz infeliz
É o brilho do olhar que não sofri

Só uma coisa me entristece
O beijo de amor que não roubei
A jura secreta que não fiz
A briga de amor que não causei

Nada do que posso me alucina
Tanto quanto o que não fiz
Nada do que eu quero me suprime
De que por não saber ainda não quis

Só uma palavra me devora
Aquela que meu coração não diz
Só o que me cega, o que me faz infeliz
É o brilho do olhar que não sofri
Só uma palavra me devora
Aquela que meu coração não diz
Só o que me cega, o que me faz infeliz
É o brilho do olhar que não sofri
Às vezes, uma dor me desespera...
Nestas ânsias e dúvidas em que ando.
Cismo e padeço, neste outono, quando
Calculo o que perdi na primavera.
Versos e amores sufoquei calando,
Sem os gozar numa explosão sincera...
Ah! Mais cem vidas! com que ardor quisera
Mais viver, mais penar e amar cantando!
Sinto o que desperdicei na juventude;
Choro, neste começo de velhice,
Mártir da hipocrisia ou da virtude,
Os beijos que não tive por tolice,
Por timidez o que sofrer não pude,
E por pudor os versos que não disse!

Olavo Bilac

“Vivemos perseguindo sonhos. Quero isso, quero aquilo. Quando conquistamos, mudamos o foco. Queremos mais, sempre mais. Então me pergunto: quero tanto. Quero muito. Quero sempre. E o que faço? O que dou? A gente precisa se doar. Arrumar um tempo e fazer mais. Agora você me pergunta: mais o quê? Não sei. Cada um tem uma resposta, uma vida, um passado. De repente, você tem um problema com seu pai. Faça mais. Seja mais tolerante, menos amarga, menos impaciente. De repente, você tem um problema no trabalho. De repente, você sofre pela falta de amor. De repente, você só vive para os outros. De repente, você não vive para os outros. De repente, o egoísmo é o teu par. De repente, você é bonzinho demais. Não sei. Descubra a sua resposta. Arrume um tempo e faça mais. Por você, primeiro por você. E depois pelos outros.” Clarissa Corrêa

JukeBox




Lenha

Eu não sei dizer
O que quer dizer
O que vou dizer
Eu amo você
Mas não sei o que
Isso quer dizer
Eu não sei por que
Eu teimo em dizer
Que amo você
Se eu não sei dizer
O que quer dizer
O que vou dizer
Se eu digo pare
Você não repare
No que possa parecer
Se eu digo siga
O que quer que eu diga
Você não vai entender
Mas se eu digo venha
Você traz a lenha
Pro meu fogo acender


Sinto falta do que não vivemos...

Gente light


Vou ao supermercado e observo o crescimento do setor de dietéticos. Abro revistas e me deparo com as exigencias de ter um corpo esbelto. As clínicas de cirurgia plástica estão com a agenda lotada de homens e mulheres esperando sua vez para lipoaspirar, contar, reduzir. A sociedade toda conspira a favor da magreza, e de certo modo isso é positivo, sem magro faz bem para a auto-estima e para a saúde. Mas não tenho visto ninguém estimular outro tipo de dieta igualmente necessária para o bem estar da população. Encontro suco light, chocolate light, iogurte light, mas pessoas light é raridade.
Muita gente se preocupa em ser magro, mas não se preocupa em ser leve. Tem criaturas aí pesando 48 quilos e é um chumbo. São aqueles que vivem se queixando. Possuem complexo de perseguição, acham que o planeta inteiro está contra eles. Não se dão conta de sua arrogância, possuem a certeza de que são a razão da existência do universo. Estão sempre dispostos a fazer uma piadinha maldosa, uma fofoquinha desabonadora sobre alguém. Ressintidos, puxam o tapete dos outros para se manter em pé. Não conseguem ver graça em nada, não relevam as chatices domuns do dia-a-dia, levam tudo demasiadamente a sério. são patrulhadores, censores, carregam as dores do mundo nas costas. Magrinhos, é verdade. Mas que gente pesada.
Ser minimalista todo mundo acha moderno, mas ser leve - cruzes! - parece pecado mortal. Os leves, segundo os pesados, não têm substância, não têm profundidade, não têm consciência intelectual: não são leves, e sim levianos. Os pesados não conseguem fechar o zíper das suas roupas de tanto preconceito saltando pra fora.
Não bastasse a carga tributária, a violência, a burocracia e a corrupção, ainda temos que enfrentar pessoas rudes, sem a menor vocação para se divertir. Diversão - segundo os pesados, mais uma vez - é algo alienante e sem serventia. Eles não entendem como alguém pode extrair prazer de coisas sérias como trabalho e família. Não entendem como é que tem gente que consegue viver sem armar barracos e criar problemas.
Eu proponho uma campanha de saúde pública: vamos ser mais bem-humorados, mais desarmados. Podemos ser cidadãos sérios e responsáveis e, ao mesmo tempo, leves. Basta agir com delicadeza, soltura, autenticidade, sem obediência cega às convenções, aos padrões, ao patrões. Um pouco mais de jogo de cintura, de criatividade, de respeito às escolhar alheias. Vamos deixar para sofrer pelo que é realmente trágico, e não por aquilo que é apenas um incômodo, senão fica impraticável atravessar os dias.
Dores de amor, falta de grana e angústias existenciais são contingências da vida, mas você não precisa soterrar os outros com seus lamentos e más vibrações. Sustente seu próprio fardo e esforce-se para aliviá-lo. Emagreça onde tem que emagrecer: no espírito, no humor. E coma de tudo, se isso ajudar.

Martha Medeiros
“Uma palavra. Disse-a. Amo-te - uma palavra breve.
Quantos milhões de palavras eu disse durante a vida.
E ouvi. E pensei. Tudo se desfez.
Mas houve uma palavra - meu Deus.
Uma palavra que eu disse e repercutiu em ti, palavra cheia, quente de sangue,
palavra vinda das vísceras, da minha vida inteira,
do universo que nela se conglomerava, palavra total. (...)
Uma palavra. A primeira que em toda a minha vida me esgotou o ser.
A que foi tão completa e absorvente, que tudo o mais foi um excesso na criação.
Deus esgotou em mim, na minha boca, todo o prodígio do seu poder.
Ao princípio era a palavra.
Eu a soube.
E nada mais houve depois dela.
Uma palavra. Amo-te.”

Vergílio Ferreira
"Esse teu olhar
Quando encontra o meu
Fala de umas coisas que eu não posso acreditar...
Doce é sonhar, é pensar que você,
Gosta de mim, como eu de você...
Mas a ilusão,
Quando se desfaz,
Dói no coração de quem sonhou,
Sonhou demais...
Ah, se eu pudesse entender,
O que dizem os seus olhos."

Tom Jobim

"Há dias em que a melancolia chove dentro de nós como num pátio interior, atapetado de jornais velhos. Não se ouve, não se sente – mas rebrilha na sujidade densa. Eu estava num desses dias quando afastei a cortina e olhei pela janela a tarde que se ofuscara de repente, com pressa de se evadir da atmosfera enfastiada e, sobretudo, de um cenário sem alegria (…) Mas em fechando a cortina tudo isso desaparecia: eis-me de novo isolado no gabinete fofo, de paredes que, a partir de certo momento, me davam a sensação irrespirável de uma espessura acolchoada onde tudo ficava retido: a fadiga, o silêncio…"
Fernando Namora

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Louvada seja a dança

"Louvada seja a dança
porque ela liberta o homem
do peso das coisas materiais,
e une os solitários
para formar sociedade.

Louvada seja a dança,
que tudo exige e fortalece,
saúde, mente serena
e uma alma encantada.

A dança significa transformar
o espaço, o tempo e a pessoa,
que sempre corre perigo
de se desfazer e ser ou somente cérebro,
ou só vontade ou só sentimento.

A dança porém exige
o ser humano inteiro
ancorado no seu centro,
e que não conhece
a obsessão da vontade de dominar
gente ou coisas, e que não sente
a demonia de estar perdido
no seu próprio ser.

A dança exige o homem livre e aberto
vibrando na harmonia de todas as forças.

Ò homem, ò mulher, aprenda a dançar
senão os anjos do céu
não saberão o que fazer contigo."

Santo Agostinho

Quando tiver que chorar, SORRIA;
Se tiver que sorrir, SORRIA MAIS AINDA;
Respeite os outros, mas acima de tudo, RESPEITE VOCÊ;
Agradeça à Deus, POR SABER VIVER;
Saiba que nada, TERMINA ASSIM;
Pense no agora, E NÃO NO FIM;
Seja o que você é; VIVA POR VOCÊ;
Tenha coragem, PRA PODER VIVER;
O mais importante, É SABER SORRIR;
Antes de mais nada, QUERO SER FELIZ...
Por mim!!!

Naí Oliveira

domingo, 15 de abril de 2012

"Senhor,
Tu és o Bom Pastor.
Eu sou a Tua ovelha.
Em alguns dias, estou sujo;
Em outros estou doente.
Em alguns dias, me escondo;
Em outros, me revelo.
Sou uma ovelha ora mansa, ora agitada.
Sou uma ovelha ora perdida, ora reconhecida.
Eu sou Tua ovelha, Senhor.
Eu conheço a Tua voz.
É que às vezes a surdez toma conta de mim.
Eu sou Tua ovelha, Senhor.
Não permita que eu me perca,
Que eu me desvie do Teu rebanho.
Mas se eu me perder, eu Te peço, Senhor,
Vem me encontrar.
Amém."
 
In Ágape

sábado, 14 de abril de 2012

PROCURA-SE UM AMIGO

"Não precisa ser homem, basta ser humano,
basta ter sentimentos, basta ter coração.
Precisa saber falar e calar,
sobretudo saber ouvir.
Tem que gostar de poesia, de madrugada,
de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos
e das canções da brisa.
Deve ter amor, um grande amor por alguém,
ou então sentir falta de não ter esse amor.
Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo.
Deve guardar segredo sem se sacrificar."

Vinícius de Morais
"Quando me dirijo ao mundo interior,
não é para escapar do barulho incessante das ações,
das exigências e confusões dos outros.

Não é para alienar-me dos acontecimentos e das pessoas.

É para fertilizar o solo interno,
onde todas as minhas virtudes e poderes
podem brotar, crescer e desabrochar.

Quando estou bem alimentado por dentro,
não me torno um mendigo do amor ou de respeito,
porque sei ser meu próprio amigo e amigo dos outros."
Ken O' Donnell

“Em um mundo melhor, a lei natural é a do amor. Em uma pessoa melhor, sua natureza também é amorosa. O amor é o princípio que cria e sustenta as relações humanas, com dignidade e profundidade. O amor espiritual leva ao silêncio, e esse silêncio tem o poder de unir, orientar e liberar as pessoas. E mais, quando o seu amor é aliado à fé, cria uma forte estrutura para a iniciativa e a ação. Lembre-se: o amor é um catalisador para mudanças, desenvolvimento e conquistas." Brahma Kumaris

“Alguém para nos completar. Essa idéia é implantada em nossa mente desde que nascemos. Vivemos uma espera sem fim por algo que nunca vem. Isso porque aprendemos a nos basear em idéias quase sempre vazias. Deixamos de viver o nosso todo para esperar por um pedaço de alguém. Queremos que o irreal se torne concreto e que a pessoa dos sonhos se materialize em nossa frente. Acho muita responsabilidade exigir que alguém nos complete. Eu sou da teoria que precisamos de alguém que já venha inteiro. Porque a pessoa que vem inteira sabe respeitar espaços, a pessoa que se sente completa aceita que você não é igual, e principalmente, a pessoa que aprendeu a totalidade sozinha sabe que dividir algo com você não implica em nenhuma perda para ela. Acredito que a troca no relacionamento só é completa quando cada um é inteiramente proprietário das suas ações. E que não é a metade da laranja que faz você ser completo, mas as lições que você aprende durante sua incompletude. Essas sim serão imprescindíveis e farão você dividir completamente tudo que existe dentro de você.”
Fernanda Gaona

sexta-feira, 13 de abril de 2012

“Muitas vezes as pessoas são egocêntricas,
ilógicas e insensatas.
Perdoe-as assim mesmo!
Se você é gentil,
podem acusá-lo de egoísta, interesseiro.
Seja gentil assim mesmo!
Se você é um vencedor
terá alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros.
Vença assim mesmo!
Se você é bondoso e franco
poderão enganá-lo.
Seja bondoso e franco assim mesmo!
O que você levou anos para construir,
alguém pode destruir de uma hora para a outra.
Construa assim mesmo!
Se você tem paz e é feliz,
poderão sentir inveja.
Seja feliz assim mesmo!
O bem que você faz hoje,
poderão esquecê-lo amanhã.
Faça o bem assim mesmo!
Dê ao mundo o melhor de você,
mas isso pode nunca ser o bastante.
Dê o melhor de você assim mesmo!
Veja você que,
no final das contas é entre você e Deus.
Nunca foi entre você e os outros!”

Madre Teresa de Calcutá

quinta-feira, 12 de abril de 2012

JukeBox



Certas Coisas

Não existiria som
Se não houvesse o silêncio
Não haveria luz
Se não fosse a escuridão
A vida é mesmo assim,
Dia e noite, não e sim...
Cada voz que canta o amor não diz
Tudo o que quer dizer,
Tudo o que cala fala
Mais alto ao coração.
Silenciosamente eu te falo com paixão...
Eu te amo calado,
Como quem ouve uma sinfonia
De silêncios e de luz.
Nós somos medo e desejo,
Somos feitos de silêncio e som,
Tem certas coisas que eu não sei dizer...
A vida é mesmo assim,
Dia e noite, não e sim...
Cada voz que canta o amor não diz
Tudo o que quer dizer,
Tudo o que cala fala
Mais alto ao coração.
Silenciosamente eu te falo com paixão...
Eu te amo calado,
Como quem ouve uma sinfonia
De silêncios e de luz,
Nós somos medo e desejo,
Somos feitos de silêncio e som,
Tem certas coisas que eu não sei dizer..
“Se eu pudesse,
Tocava o teu rosto em silêncio
E falava-te do mar,
Deixava tombar os meus cabelos
Sobre o teu ombro
Como uma bênção
E fechava os olhos
Consciente de ser em ti
Como um salgueiro.”


Ana Brilha

JukeBox



A vida é feita de encontros e despedidas por isso espero encontrar novamente esta grande Mulher mas sem despedidas, apenas com um "Até breve!!!"


Encontros E Despedidas
Mande notícias do mundo de lá
Diz quem fica
Me dê um abraço venha me apertar
Tô chegando
Coisa que gosto é poder partir sem ter planos
Melhor ainda é poder voltar quando quero
Todos os dias é um vai-e-vem
A vida se repete na estação
Tem gente que chega pra ficar
Tem gente que vai pra nunca mais
Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai querer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar
E assim chegar e partir
São só dois lados da mesma viagem
O trem que chega
É o mesmo trem da partida
A hora do encontro é também despedida
A plataforma dessa estação
É a vida desse meu lugar`
É a vida desse meu lugar
É a vida
“Senhor, ajuda-me a dizer a verdade diante dos fortes e
a não dizer mentiras para ganhar o aplauso dos fracos.
Se me dás fortuna, não me tires a razão.
Se me dás sucesso, não me tires a humildade.
Se me dás humildade, não me tires a dignidade.
Ajuda-me a enxergar o outro lado da moeda.
Não me deixes acusar o outro por traição aos
demais, apenas por não pensar igual a mim.
Ensina-me a amar os outros como a mim mesmo.
Não deixes que me torne orgulhoso, se triunfo;
nem cair em desespero se fracasso.
Mas recorda-me que o fracasso é a experiência que precede o triunfo.
Ensina-me que perdoar é um sinal de grandeza e
que a vingança é um sinal de baixeza.
Se não me deres o êxito, dá-me forças para aprender com o fracasso.
Se eu ofender as pessoas, dá-me coragem para desculpar-me.
E se as pessoas me ofenderem, dá-me grandeza para perdoar-lhes.
Senhor, se eu me esquecer de Ti, nunca Te esqueças de mim.”

Gandhi

Especial p`ra você - Simone no Coliseu Micaelense 10 Abril 2012

A realização de um sonho...
Grande Mulher... Grande Voz... Grande Ser!!!

domingo, 8 de abril de 2012

As cores dos amigos

Amigos são “cores”. Cada qual com seu matiz, e um jeito sempre muito marcante.
Há o amigo “
cor verde”: é aquele que em tudo ressalta a beleza da vida e põe esperança nela. Ele nos ergue!
Há o amigo “
cor azul”: ele sempre traz palavras de paz e de serenidade, dando-nos a impressão, ao ouvi-lo, de que estamos em contato direto com o céu ou com o profundo azul do mar. Ele nos eleva!
Há o amigo “
cor amarela”: ele nos aquece, assim como o sol; faz-nos rir, sorrir e enxergar o amarelo brilho das estrelas bem ao alcance das nossas mãos. Ele nos anima!
Há o amigo “
cor vermelha”: é aquele que domina as regras de viver, é como nosso sangue. Ele acusa perigos, é pródigo em palavras apaixonadas e repletas de caloroso amor. Ele nos dá coragem!
Há o amigo “
cor laranja”: ele nos traz a sensação de vigor, saúde, enriquece nosso espírito com energias que são verdadeiras vitaminas para o nosso crescimento. Ele nos dá vitalidade!
Há o amigo “
cor cinza
”: ele nos ensina o silêncio, e o autoconhecimento. É um indutor a pensamentos e reflexões. Ajuda-nos a nos aprofundarmos em nós mesmos. Ele nos eleva!
Há o amigo “
cor roxa”: ele traz à tona nossa essência majestosa, como a dos reis e dos magos. Suas palavras têm nobreza, autoridade e sabedoria. Ele nos diviniza!
Há o amigo “cor preta”: ele é mestre em mostrar nosso lado mais obscuro, com palavras geralmente duras, atinge-nos sem anestesia e, com boas intenções, leva-nos a considerar nossas atitudes perante a vida. Ele nos amadurece!
E há o amigo “
cor branca”: esse nos revela verdades nascidas da vivência e da incorporação de conhecimentos. Ele nos prova que, não só ele, mas também todos os outros, teem verdades aprendidas para partilhar conosco. Ele nos faz enxergar o próximo!
Se reunirmos a todos num grande encontro, veremos um arco-íris de muito amor.

Autor desconhecido

JukeBox



A Idade do Céu

Não somos mais
Que uma gota de luz
Uma estrela que cai
Uma fagulha tão só
Na idade do céu

Não somos o que queríamos ser
Somos um breve pulsar
Em um silêncio antigo
Com a idade do céu

Calma
Tudo está em calma
Deixe que o beijo dure
Deixe que o tempo cure
Deixe que a alma
Tenha a mesma idade
Que a idade do céu

Não somos mais
Que um punhado de mar
Uma piada de deus
Ou um capricho do sol
No jardim do céu

Não damos pé
Entre tanto tic tac
Entre tanto big bang
Somos um grão de sal
No mar do céu


Calma
Tudo está em calma
Deixe que o beijo dure
Deixe que o tempo cure
Deixe que a alma
Tenha a mesma idade
Que a idade do céu
A mesma idade
Que a idade do céu

sábado, 7 de abril de 2012


“Mergulhada no silêncio dos que se observam... Um filme, um livro, uma música, um acontecimento convencional que mexeu mais do que o normal e essas coisas de achar que eu não sou deste planeta, mas que apenas estou nele: eis a minha necessidade de aceitação. Mas sei também que pessoas são Universos e que eu, o sendo, tenho que cuidar para que esteja confortável nele, ou seja, em mim. Chorei quando estava triste, senti saudades fundas, dei gargalhadas de situações absolutamente normais, tive ideias “geniais”, abracei, fui acariciada, fiquei aninhada no amor, depois me enrosquei com a solitude... Fiz tudo o que quis e pude. E percebi cada um destes sentimentos e minhas reações a eles. Mas o que percebo, é que a alegria que mora em mim clama por vida, não somente pelo sossego; clama pelo dinamismo, pelas mudanças, pela sobriedade, pela esperança. O que há de irremediável não se cura com placebos. Se eu rejeito é porque não quero. Se eu recebo é porque já participa de algo aqui dentro. Minhas ambições são apenas estar com a roupa adequada para quando eu sumir nesta estrada, nunca sentir que minha intuição e o meu coração estão desagasalhados...”


Marla de Queiroz