quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Tenho fases, como a lua
Fases de andar escondida,
fases de vir para a rua.
Perdição da minha vida!
Perdição da vida minha!
Tenho fases de ser tua,
tenho outras de ser sozinha.

Cecília Meireles

 

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Natal divino ao rés-do-chão humano,
Sem um anjo a cantar a cada ouvido.
Encolhido
À lareira,
Ao que pergunto
Respondo
Com as achas que vou pondo
Na fogueira.

O mito apenas velado
Como um cadáver
Familiar…
E neve, neve, a caiar
De triste melancolia
Os caminhos onde um dia
Vi os Magos galopar…

Miguel Torga

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

A solidão é como uma chuva.
Ergue-se do mar ao encontro das noites;
de planícies distantes e remotas
sobe ao céu, que sempre a guarda.
E do céu tomba sobre a cidade.
Cai como chuva nas horas ambíguas,
quando todas as vielas se voltam para a manhã
e quando os corpos, que nada encontraram,
desiludidos e tristes se separam;
e quando aqueles que se odeiam
têm de dormir juntos na mesma cama:
então, a solidão vai com os rios...
Rainer Maria Rilke

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012


“Preciso de Alguém
Que me olhe nos olhos quando falo.
Que ouça as minhas tristezas e neuroses com paciência.
E, ainda que não compreenda, respeite os meus sentimentos.
Preciso de alguém, que venha brigar ao meu lado sem precisar ser convocado;
alguém Amigo o suficiente para dizer-me as verdades que não quero ouvir,
mesmo sabendo que posso odiá-lo por isso.
Nesse mundo de céticos, preciso de alguém que creia,
nessa coisa misteriosa, desacreditada, quase impossível: A Amizade.
Que teime em ser leal, simples e justo, que não vá embora se algum dia eu
perder o meu ouro e não for mais a sensação da festa.
Preciso de um Amigo que receba com gratidão o meu auxílio, a minha mão estendida.
Mesmo que isto seja muito pouco para suas necessidades.
Preciso de um Amigo que também seja companheiro, nas farras e pescarias,
nas guerras e alegrias, e que no meio da tempestade, grite em coro comigo:
"Nós ainda vamos rir muito disso tudo " e ria muito.
Não pude escolher aqueles que me trouxeram ao mundo, mas posso escolher meu Amigo.
E nessa busca empenho a minha própria alma, pois com uma Amizade
Verdadeira, a vida se torna mais simples, mais rica e mais bela.”

Cris Passinato

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Amizades são feitas de pedacinhos




“Amizades são feitas de pedacinhos.
Pedacinhos de tempo que
vivemos com cada pessoa.
Não importa a quantidade de tempo
que passamos com cada amigo,
mas a qualidade do tempo que
vivemos com cada pessoa.
Cinco minutos podem ter uma importância
muito maior do que um dia inteiro.

Assim, há amizades que são feitas
de risos e dores compartilhados;
outras de escola;outras de saídas,cinemas,diversões;
há ainda aquelas que nascem
e a gente nem sabe de quê,
mas que estão presentes.
Talvez essas sejam feitas
de silêncios compreendidos,
ou de simpatia mútua sem explicação.

Hoje em dia, muitas amizades são feitas
só de e-mails e essas
não são menos importantes.
São as famosas "amizades virtuais".
Diferentes até, mas não menos importantes.

Aprendemos a amar as pessoas
sem que possamos julgá-las pela
sua aparência ou modo de ser,
sem que possamos
(e fazemos isso inconscientemente às vezes)
etiquetá-las.
Há amizades profundas que são criadas assim.

Saint-Exupéry disse:
"Foi o tempo que perdestes com tua rosa
que fez tua rosa tão importante".

E eu digo que é o tempo que ganhamos com
cada amigo que faz cada amigo tão importante.
Porque tempo gasto com amigos
é tempo ganho, aproveitado, vivido.

São lembranças para cinco minutos
depois ou anos até.
Um amigo se torna importante pra nós,
e nós para ele, quando somos capazes,
mesmo na sua ausência, de rir ou chorar,
de sentir saudade e nesse instante trazer
o outro bem pertinho da gente.

Dessa forma, podemos ter vários
melhores amigos de diferentes maneiras.
O importante é saber aproveitar o máximo
cada minuto vivido e ter depois no baú das
recordações horas para passar com os amigos,
mesmo quando estes
estiverem longe dos nossos olhos.”

Letícia Thompson

domingo, 9 de dezembro de 2012


“A saudade não tem nada de trivial. Interfere em nossa vida de um modo às vezes sereno, às vezes não. É um sentimento bem-vindo, pois confirma o valor de quem é ou foi importante para nós, e é ao mesmo tempo um sentimento incômodo, porque acusa a ausência, e os ausentes sempre nos doem.Por sorte, é relativamente fácil exterminar a saudade de quase tudo e de quase todos, simplesmente pegando o telefone e ouvindo a voz de quem nos faz falta, ou indo ao encontro dessa pessoa. Ou daquele lugar que ficou na memória: uma cidade, uma antiga casa. Podemos eliminar muitas saudades, enquanto outras vão surgindo. A saudade do gosto de uma comida, de um cheiro do passado, de um abraço. Há muitas saudades possíveis de se conviver e possíveis de matar. A única saudade que não se mata é a de quem morreu.” Martha Medeiros

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Que eu chegue a Ti, Senhor,
por um caminho seguro e reto;
caminho que não se desvie
nem na prosperidade nem na adversidade,
de tal forma que eu Te dê graças
nas horas prósperas e nas adeversas,
conserve a paciência,
não me deixando exaltar pelas primeiras
nem abater pelas outras.
 
Que nada me alegre ou entristeça,
exceto o que me conduza a Ti
ou que de Ti me separe.
 
Que eu não deseje agradar
nem receie desagradar senão a Ti.
Tudo o que passa torne-se desprezível
a meus olhos
por Tua causa, Senhor,
e tudo o que Te diz respeito me seja caro,
mas tu, meu Deus, mais do que o resto.
 
Qualquer alegria sem Ti me seja fastidiosa,
e nada eu deseje fora de Ti.
Qualquer trabalho, Senhor,
feito por Ti me seja agradável
e insuportável aquele de que estiveres ausente.
 
Concede-me a graça
de erguer continuamente o coração a Ti
e que, quando eu caia, me arrependa.
Torna-me, Senhor meu Deus, obediente,
pobre e casto;
paciente, sem reclamação; humilde,
sem fingimento;
alegre, sem dissipação; triste, sem abatimento;
reservado, sem rigidez; activo, sem leviandade;
animado pelo temos, sem desânimo;
Sincero, sem duplicidade;
fazendo o bem sem presunção;
corrigindo o próximo sem altivez;
edificando-o com palavras e exemplos,
sem falsidade.
São Tomás de Aquino

domingo, 2 de dezembro de 2012

UM PEDIDO FORA DO NORMAL


Normalmente nós pedimos
pelos que sofrem,
pelos que choram,
pelos que passam fome,
oramos pelos doentes
e rogamos pelos infelizes.
Hoje vamos inverter
a ordem e vamos dizer:

Senhor,
não te suplicamos
pelos desesperados,
nós te pedimos
por aqueles que
promovem o desespero.


Não te rogamos
pelos que choram,
mas pelos infelizes
que são responsáveis
pelas lágrimas.

Não te rogamos ajuda
aos que passam fome,
mas pelos abastados
que são fomentadores
da miséria sócio-econômica.

Não pedimos
em favor dos enfermos,
mas nós intercedemos
pelos que jogam fora a saúde
e os que são impiedosos
para com os doentes.

Não estamos aqui
pedindo pelos perseguidos,
pelos caluniados,
mas estamos interferindo
pelos perseguidores,
pelos caluniadores,
pelos impiedosos.

Eles sim,
são verdadeiramente
os infelizes
por que perderam
o endereço de Deus
e o contato com a consciência.

Apieda-te Senhor,
dos fomentadores
da discórdia
e consola os que
estão chorando
no teu regaço,
procurando a Tua paz,
e em Teu próprio
nome de Amor,
abençoa esta casa
e os que aqui habitam,
os que aqui buscam auxilio,
os que pretendem ir adiante,
os que se entregam
em regime de silêncio
e abnegação,
para que
nas suas vozes caladas,
possamos todos nós
ouvir a Tua voz,
ao invés
dos que fazem tumulto
para apagar
a mensagem da Tua palavra.

Senhor fica connosco
e dá-nos a Tua paz.

Autor Desconhecido

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

"Há uma criança morando em mim
Que nunca cresce...
Acredita no perdão
No amor
E na paz
Acredita em amigos verdadeiros
Que se doam por inteiro
Acredita em fadas com varinha de condão
E no poder de tocar o coração..."

Arnalda Rabelo

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Invocações a Jesus Mestre


Jesus Mestre, santificai minha mente e aumentai minha fé.
Jesus, Mestre vivo na Igreja, atraí todos à vossa escola.
Jesus Mestre, libertai-me do erro,
dos pensamentos inúteis e das trevas eternas.
Jesus Mestre, caminho entre o Pai e nós,
tudo vos ofereço e de vós tudo espero.
Jesus, caminho da santidade, tornai-me vosso fiel seguidor.
Jesus caminho, tornai-me perfeito como o Pai que está nos céus.
Jesus vida, vivei em mim, para que eu viva em vós.
Jesus vida, não permitais que eu me separe de vós.
Jesus Vida, fazei-me viver eternamente na alegria do vosso amor.
Jesus verdade, que eu seja luz para o mundo.
Jesus caminho, que eu seja vossa testemunha autêntica
diante dos homens.
Jesus vida, fazei que minha presença contagie a todos
com o vosso amor e a vossa alegria.

Tiago Alberione

quarta-feira, 28 de novembro de 2012


“De repente senti muita fome. Não de comida, mas de todas as palavras escondidas naquelas estantes. Mas eu sabia que, por mais que eu lesse por toda a minha vida, nunca conseguiria ler um milésimo de todas as frases que já foram escritas. Sim, pois há tantas frases no mundo como há estrelas no céu. E elas se multiplicam e se expandem continuamente, como o espaço infinito.
Mas ao mesmo tempo eu sabia que a cada vez que eu abrisse um livro, eu veria um pedacinho desse céu. Sempre que lesse uma frase, saberia um pouco mais do que antes. E tudo o que leio faz o mundo ficar maior, ficando maior eu também. Por um momento, eu contemplei o fantástico, o mágico mundo dos livros.”
 
Jostein Gaarder e Klaus Hagerup

terça-feira, 27 de novembro de 2012


“Um nome para o que sou, importa muito pouco. Importa o que eu gostaria de ser. O que eu gostaria de ser era uma lutadora. Quero dizer, uma pessoa que luta pelo bem dos outros. Isso desde pequena eu quis.Porque foi o destino me levando a escrever o que já escrevi, em vez de também desenvolver em mim a qualidade de lutadora que eu tinha? Em pequena, minha família por brincadeira chamava-me de “a protetora dos animais”. Porque bastava acusarem uma pessoa para eu imediatamente defendê-la. E eu sentia o drama social com tanta intensidade que vivia de coração perplexo diante das grandes injustiças a que são submetidas as chamadas classes menos privilegiadas. Em Recife eu ia visitar aos domingos a casa de nossa empregada em mocambos. E o que eu via me fazia prometer que não deixaria aquilo continuar. Eu queria agir. Em Recife onde morei até os 12 anos de idade, havia muitas vezes nas ruas um aglomerado de pessoas diante das quais alguém discursava ardorosamente sobre a tragédia social. E lembro-me de como eu vibrava e de como eu me prometia que um dia esta seria minha tarefa: a de defender os direitos dos outros. No entanto, o que terminei sendo, e tão cedo? Terminei sendo uma pessoa que procura profundamente o que sente e usa a palavra que o exprima. É pouco, é muito pouco.”
Clarice Lispector

domingo, 25 de novembro de 2012

 
Aquele que conhece os outros é sábio;
aquele que conhece a si mesmo é iluminado.
Aquele que vence os outros é forte;
aquele que vence a si mesmo é poderoso.
Aquele que conhece a alegria é rico.
Aquele que conserva seu caminho tem vontade.
Seja humilde, e permanecerás íntegro.
Curva-te, e permanecerás ereto.
Esvazia-te, e permanecerás repleto.
Gasta-te, e permanecerás novo.
O sábio não se exibe, e por isso brilha.
Ele não se faz notar, e por isso é notado.
Ele não se elogia, e por isso tem mérito.
E porque não está competindo,
ninguém no mundo pode competir com ele.
Lao Tzu

sábado, 24 de novembro de 2012




“Gosto da palavra silêncio.
Ela me ensina sobre o vento
que faz cair a folha que não serve mais para ser árvore.
Sem alarde, desprende-se, autêntica,
e faz seu volo solo para secar suas seivas.
A dignidade de uma folha está em sua ausência de palavras.
Minha comunhão com as folhas vem
desde quando eu também fui uma.
Era um menino e, segundo meu vô,
eu não sabia que era ele a minha árvore.
Foi preciso que eu secasse para poder adubar outros silêncios.
De início não compreendi.
Só se sabe adubo ao longo de muitos anos.
É preciso que a terra o acolha em seus sulcos de silêncio e fertilidade.
Hoje sou composto de silêncios e palavras por vir.”
 
Carlos Eduardo Leal

sexta-feira, 23 de novembro de 2012


“Passeio pelas estantes da biblioteca.
Os livros me dão as costas.
Não para me rejeitar, como as pessoas:
são convidativos, querendo apresentar-se a mim.
Metros e mais metros de livros que nunca poderei ler.
E sei: o que aqui se oferece é a vida,
são complementos à minha própria vida que esperam ser postos em uso.
Mas os dias passam rápido e deixam para trás as possibilidades.
Um único desses livros talvez bastasse para mudar completamente a minha vida.
Quem sou eu agora?
Quem eu seria então?”
J. Gaarder e K. Hagerup

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Senhor,
Eu Te peço o dom da humildade.
Eu não quero ser arrogante, não quero ser maior do que os meus irmãos.
Eu Te peço o dom da humildade.
Quero me lembrar sempre de que sou pó e ao pó haverei de voltar.
Eu Te peço o dom da humildade.
Quero servir com amor sem esperar nada em troca.
Eu Te peço o dom da humildade.
Quero viver cada dia lembrando-me de Teus ensinamentos.
Eu Te peço o dom da humildade.
Quero cuidar e permitir que cuidem de mim sem nenhuma arrogância.
Eu Te peço o dom da humildade.
Quero ser um servidor.
Eu Te peço o dom da humildade.
 
Ámen
Padre Marcelo Rossi

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

FOLHAS DA AMIZADE

 
Existem pessoas em nossas vidas que nos deixam felizes
pelo simples fato de terem cruzado o nosso caminho.
Algumas percorrem ao nosso lado, vendo muitas luas
passarem, mas outras vemos apenas entre um passo e
outro. A todas elas chamamos de amigo.
Há muitos tipos de amigos.
Talvez cada folha de uma árvore caracterize um deles.
O primeiro que nasce do broto é o amigo pai e o
amigo mãe. Mostram o que é ter vida.
Depois vem o amigo irmão, com quem dividimos o nosso
espaço para que ele floresça como nós.
Passamos a conhecer toda a família de folhas, a qual
respeitamos e desejamos o bem.
Mas o destino nos apresenta outros amigos, os quais
não sabíamos que iam cruzar os nossos caminhos. Muitos
desses denominamos amigos do peito, do coração.
São sinceros, verdadeiros; sabem quando não
estamos bem, sabem o que nos faz feliz...
As vezes, um desses amigos do peito estala o nosso
coração e então é chamado de amigo namorado. Este dá
brilho aos nossos olhos, música aos nossos lábios,
pulos aos nossos pés.
Mas também há aqueles amigos por um tempo, talvez
umas férias ou mesmo um dia ou uma hora. Estes
costumam colocar muitos sorrisos na nossa face,
durante o tempo que estamos por perto.
Falando em perto, não podemos esquecer dos amigos
distantes. Aqueles que ficam nas pontas dos galhos,
mas que quando o vento sopra, sempre aparecem
novamente entre uma folha e outra.
O tempo passa, o verão se vai, o outono se aproxima,
e perdem algumas de nossas folhas.
Algumas nascem num outro verão e outras permanecem
por muitas estações. Mas o que nos deixa mais feliz é
que as que caíram continuam por perto, continuam
alimentando a nossa raiz com alegria.
Lembranças de momentos maravilhosos
enquanto cruzavam o nosso caminho.
Desejo a todos vocês, folhas da minha árvore,
Paz, Amor, Saúde, Sucesso, Prosperidade...
Hoje e Sempre...
Simplesmente porque:
"Cada pessoa que passa em nossa
vida é única. Sempre deixa um pouco de si
e leva um pouco de nós.
Há os que levaram muito,
mas não há os que não deixaram nada.
Esta é a maior responsabilidade de nossa vida ...
E é a prova quase evidente de que
duas almas não se encontram por acaso."
Autor desconhecido

 

sábado, 17 de novembro de 2012

Livro de Salmos 112(111),1-2.3-4.5-6.
Felizes os que esperam no Senhor.

Feliz o homem que teme o Senhor
e se compraz nos seus mandamentos.
A sua descendência será poderosa sobre a terra,
e bendita, a geração dos justos.

Haverá na sua casa abundância e riqueza
e a sua prosperidade durará para sempre.
Brilha para os homens rectos como luz nas trevas:
ele é piedoso, clemente e compassivo.

Feliz o homem que se compadece e empresta
e administra os seus bens com justiça.
Este jamais será abalado;
o justo deixará memória eterna.

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Ato de se dar



Amar é o ato de se dar,
decisão de perdoar,
sem nada em troca exigir.
É sonhar acordado, ter esperança,
falar a verdade, em nada fingir.
É viver a vida como criança.

É lutar pela vida, lutar dentro da regra,
vencer por esforço, vencer com vontade e
pela honra daquilo que dentro carrega:
uma porção de amor em generosidade.

É o fato de superar a dor,
ser humilde pra acolher um conselho:
nada existe de retrógrado ou velho
quando se pratica o amor.

Amar é doação constante,
não é apenas por um dia,
é uma ação permanente,
que é intrínseca e não fria,
que deixa o coração transbordante
de contínua alegria.

Miriam Braz Pires de Oliveira

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Urgência de Abraços

Há cada vez mais uma enorme urgência de abraços
abraços que abriguem olhares cansados
abraços que respirem profundamente as dores alheias
abraços que bebam lágrimas e palavras (in)contidas

Há cada vez mais uma enorme urgência de abraços
abraços que transportem esperança e serenidade
abraços que levem sorrisos e sílabas quentes
abraços que guardem em si todos os futuros do amanhã
abraços que curem e que amem e que respeitem

Há cada vez mais uma enorme urgência de abraços
abraços que libertem e ousem outros abraços
abraços que respirem e deixem poemas nos outros abraços
abraços que congreguem todos os afectos
abraços que silenciem tristezas e deixem abraços abertos
abraços que se fechem nos outros abraços
abraços que se confundam e se tatuem e se fundam noutros abraços

Há cada vez mais uma enorme urgência de abraços !
António Barroso Cruz

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Se Deus for contigo

Se Deus for a tua Inspiração,
os problemas, por maiores que sejam,
serão apenas barreiras que você poderá vencer.

Se Deus for o teu Orientador, na hora da dúvida, ficará bem claro,
o caminho que deverás seguir, após uma singela oração.

Se Deus for o teu Médico, saberás distinguir entre a doença carnal, que precisa de médico,
e a doença espiritual, que só Ele pode curar.

Se Deus for o teu melhor Amigo, você sabe que poderá contar com Ele a qualquer hora,
na alegria ou na tristeza, com ou sem dinheiro, com coragem ou morrendo de medo,
ele será teu ombro e te consolará.

Se Deus for o teu Confessor, você terá com quem desabafar, falar dos seus erros, dos deslizes que todos cometemos,
e Ele te perdoará e aliviará a tua alma.

Se Deus for a tua Bandeira, e se por Ele lutares, se não negares o Seu nome,
o Seu amor e a importância Dele na sua vida, então,
Ele também não te negará, não te deixará desamparado.

Se Deus for contigo, nada te abalará, nem pedra que caia do céu, nem terremoto que estremeça o chão, nem inimigos invisíveis da noite,
e você terá o maior tesouro que um homem pode alcançar na Terra, terá a paz interior, essa paz te conduzirá a certeza,
e essa certeza será transformada em fé, e essa fé produzirá frutos, e seus frutos se espalharão, e o mundo será melhor, e assim,
Deus será na sua vida, o que é, foi e sempre será:
Tudo!


Eu acredito em você

Paulo Roberto Gaefke

"Ninguém pode construir em teu lugar,
as pontes que precisarás passar,
para atravessar o rio da vida.
Ninguém, exceto tu, só tu.
Existem, por certo, atalhos sem número,
e pontes, e semideuses que se oferecerão
para levar-te além do rio,
mas isso te custaria a tua própria pessoa;
tu te hipotecarias e te perderias.
Existe no mundo um único caminho
por onde só tu podes passar.
Aonde leva? Não perguntes, siga-o!"

Friedrich Nietzsche

quinta-feira, 1 de novembro de 2012


Senhor Jesus,
Eu Te entego a minha vida para cuidar dos meus irmãos.
Senhor Jesus,
Eu Te entrego a minha vida para ser cuidado pelos meus irmãos.
Em Teu projeto de amor, o Teu amor nos uniu e nos enviou para cuidar e ser cuidado.
Fortalece minhas intenções e minhas ações.
Dá-me o Teu Santo Espírito.
Viver é servir. Servir é amar.
Senhor Jesus,
Eu Te entrego tudo o que fui, sou e serei.
Eu quero ser Teu. Que quero ser um apóstolo da Tua verdade.
Eu quero continuar a Tua obra cuidando dos meus irmãos.
Que minha fé seja viva.
Que minhas obras sejam vivas.
Que o meu amor seja concreto.
Eu sou Teu apóstolo, Senhor.
Inteiro Teu.
Eternamente Teu.
 
Ámen
Padre Marcelo Rossi

domingo, 21 de outubro de 2012


Você está vendo só?
tão simples cair na vida de alguém
mesmo que seja de mansinho,
de pouquinho em pouquinho
até nos encontrarmos inteiros,
mergulhados, envolvidos,
na vida do outro
passa mais perto,
passa beirando meu abismo,
anda sobre a linha que nos divide,
é um risco assumido,
mas é o caminho que se percorre
para de leve, muito leve,
entrar na minha vida.
 
Cáh Morandi
 

sábado, 20 de outubro de 2012

 
Hoje de manhã saí muito cedo,
Por ter acordado ainda mais cedo
E não ter nada que quisesse fazer...
 
Não sabia que caminho tomar
Mas o vento soprava forte, varria para um lado,
E segui o caminho para onde o vento me soprava nas costas.
 
Assim tem sido sempre a minha vida, e
Assim quero que possa ser sempre
Vou onde o vento me leva e não me
Sinto pensar.
 
Alberto Caeiro

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

“Dê mais às pessoas, mais do que elas esperam, e faça com alegria.
Decore seu poema favorito.
Não acredite em tudo que você ouve, gaste tudo o que você tem e durma tanto quanto você queira.
Quando disser “Eu te amo” olhe as pessoas nos olhos.
Fique noivo pelo menos seis meses antes de se casar.
Acredite em amor à primeira vista.
Nunca ria dos sonhos de outras pessoas.
Ame profundamente e com paixão.
Você pode se machucar, mas é a única forma de viver a vida completamente.
Em desentendimento, brigue de forma justa, não use palavrões.
Não julgue as pessoas pelo seus parentes.
Fale devagar mas pense com rapidez.
Quando alguém perguntar algo que você não quer responder, sorria e pergunte: “Porque você quer saber?”.
Lembre-se que grandes amores e grandes conquistas envolvem riscos.
Ligue para sua mãe.
Diga “saúde” quando alguém espirrar.
Quando você se deu conta que cometeu um erro, tome as atitudes necessárias.
Quando você perder, não perca a lição.
Lembre-se dos três Rs: Respeito por si próprio, respeito ao próximo e responsabilidade pelas ações.
Não deixe uma pequena disputa ferir uma grande amizade.
Sorria ao atender o telefone, a pessoa que estiver chamando ouvirá isso em sua voz.
Case com alguém que você goste de conversar. Ao envelhecerem suas aptidões de conversação serão tão importantes quanto qualquer outra.
Passe mais tempo sozinho.
Abra seus braços para as mudanças, mas não abra mão de seus valores.
Lembre-se de que o silêncio, às vezes, é a melhor resposta.
Leia mais livros e assista menos TV.
Viva uma vida boa e honrada. Assim, quando você ficar mais velho e olhar para trás, você poderá aproveitá-la mais uma vez.
Confie em Deus, mas tranque o carro.
Uma atmosfera de amor em sua casa é muito importante. Faça tudo que puder para criar um lar tranquilo e com harmonia.
Em desentendimento com entes queridos, enfoque a situação atual.
Não fale do passado.
Leia o que está nas entrelinhas.
Reparta o seu conhecimento. É uma forma de alcançar a imortalidade.
Seja gentil com o planeta.
Reze. Há um poder incomensurável nisso.
Nunca interrompa enquanto estiver sendo elogiado.
Cuide da sua própria vida.
Não confie em alguém que não fecha os olhos enquanto beija.
Uma vez por ano, vá a algum lugar onde nunca esteve antes.
Se você ganhar muito dinheiro, coloque-o a serviço de ajudar os outros, enquanto você for vivo.
Esta é a maior satisfação de riqueza.
Lembre-se que o melhor relacionamento é aquele em que o amor de um pelo outro é maior do que a necessidade de um pelo outro.
Julgue seu sucesso pelas coisas que você teve que renunciar para conseguir.
Lembre-se de que seu caráter é seu destino.
Usufrua o amor e a culinária com abandono total.”

Dalai Lama

terça-feira, 16 de outubro de 2012


Queria poder te encontrar, uns segundos apenas
Ver se o tempo teria conseguido nos vencer,
Eu sinto que nem toda água do mar
Poderia apagar, levar, nossos dias
Nossas alegrias espontâneas
Nossa felicidade que só precisa
De um riso e de um mundo fictício

Sinto sua falta.

Talvez sinta tanta falta que passo
A vida deixando espaços vazios
Na esperança de que você pudesse preenchê-los
Você sabe, eu sou tão boba às vezes
E crio esperanças que serão em vão
Tenho quase certeza, não te verei mais
Não vou nunca mais sentir aquela sensação
De te ver pela primeira vez, a segunda, a vigésima
Não mais, não mais amar com as impossibilidades
Não mais descobrir teus lugares preferidos

Guardo teus poemas escritos da Irlanda,
Embora não saiba o que sou hoje na tua vida,
Quando leio aquelas palavras, posso ainda
Me sentir amada.
Se neva bruscamente em Nova Iorque,
Te imagino na solidão das multidões nos trens,
E os dias passando vagarosamente,
E estou de mãos atadas.

Não quero nada,
Não escrevo essas palavras pedindo amor,
Não me declaro criando qualquer expectativa,
Pois sei que esse tempo não é mais nosso.
Só escrevo para não esquecer quem você foi
Naqueles dias de dezembro,
Escrevo porque preciso regar o lírio
Que você me fez acreditar ser.
Escrevo não porque te amo,
Mas porque ainda gostaria de amar.


Cáh Morandi

“O tempo nunca está à venda. Por mais que você procure, o tempo é uma mercadoria que não pode ser comprada em loja alguma por preço algum, mas se for sabiamente utilizado, seu valor é imensurável. Seja qual for o dia todos recebemos, sem custo, o mesmo número de minutos e horas para usar, e logo aprendemos que ... “veloz nos foge o tempo, não há como o reter”. O tempo que temos, devemos usar com sabedoria.”
 
Ian S. Ardern

segunda-feira, 15 de outubro de 2012



Segue o teu destino,
Rega as tuas plantas,
Ama as tuas rosas.
O resto é a sombra

De árvores alheias.

A realidade
Sempre é mais ou menos
Do que nós queremos.
Só nós somos sempre
Iguais a nós próprios...

Fernando Pessoa

domingo, 14 de outubro de 2012

"Quando começares a ficar responsável em relação a ti mesmo, começas a abandonar as tuas máscaras. Os outros começam a sentir-se perturbados, porque eles sempre tiveram expectativas e satisfazias essas exigências. Agora eles sentem que estás a ficar irresponsável.

Quando os outros dizem que estás a ficar irresponsável, estão simplesmente a dizer que estás a sair do controlo deles. Estás a ficar mais livre. Para condenar o teu comportamento, eles chamam-te irresponsável.

Na verdade, a tua liberdade está a crescer e tu estás a tornar-te responsável. Responsabilidade significa a habilidade de responder. Ela não é uma obrigação que precisas satisfazer no sentido comum. Ela é a capacidade de responder, sensibilidade.

Porém, quanto mais sensível te tornares, mais descobrirás que muitas pessoas acham que estás a ficar irresponsável – e tu precisas de aceitar isso -, porque os interesses delas, os investimentos delas não serão satisfeitos. Muitas vezes tu não irás satisfazer as tuas expectativas, mas ninguém está aqui para satisfazer as expectativas dos outros.

A responsabilidade básica é para contigo mesmo. Assim, um meditador primeiro torna-se muito egoísta. Porém, mais tarde, quando ele ficar mais centrado, mais enraizado no seu próprio ser, a energia começará a transbordar. Mas isso não é uma obrigação, não é que a pessoa precise de o fazer. Ela adora fazê-lo; trata-se de um compartilhar."

Osho
“Enquanto estiver vivo, sinta-se vivo.
Se sentir saudades do que fazia, volte a fazê-lo.
Não viva de fotografias amareladas…
Continue, quando todos esperam que desistas.
Não deixe que enferruje o ferro que existe em você.
Faça com que em vez de pena, tenham respeito por você.
Quando não conseguir correr através dos anos, trote.
Quando não conseguir trotar, caminhe.
Quando não conseguir caminhar, use uma bengala.
Mas nunca se detenha.”
Madre Teresa de Calcutá

Terra,
ensina-me a quietude,
como a relva é silenciosa pela luz.
Terra,
ensina-me a sofrer,
como as velhas pedras sofrem com a lembrança.
Terra,
ensina-me a humildade,
como as flores são humildes em seus primórdios.
Terra,
ensina-me a acarinhar,
como a mãe que envolve seu bebê.
Terra,
ensina-me a coragem,
como a árvore que se eleva solitária.
Terra,
ensina-me a limitação,
como a formiga que rasteja no solo.
Terra,
ensina-me a liberdade,
como a águia que paira no céu.
Terra,
ensina-me a resignação,
como as folhas que morrem no outono.
Terra,
ensina-me a regeneração,
como a semente que brota na primavera.
Terra,
ensina-me a esquecer de mim mesmo,
como a neve que derrete esquece sua vida.
Terra,
ensina-me a lembrar da bondade,
como os campos áridos choram com a chuva.

Philip Novak - A Sabedoria do Mundo

sábado, 13 de outubro de 2012


Posso não olhar o mundo

fazer um faz-de-conta da vida

não perceber, mesmo percebendo

quando você passa e descompassa

minhas certezas tolas

 

Preciso não querer tanto

algo mais bonito que um encontro

mais eterno que todos os arrepios

e todos os caminhos que te levam

nesses desencontros

 

Posso não abrir as cortinas

e o coração para cada amanhã

tenho procurado aprender coisas novas

se há quem viva para o futuro, vivo

para voltar

 

Preciso esquecer o que ainda é difícil,

e insiste nascer impossível te afastando

dos meus olhos, da minha rua,

do que ainda pode ser, por um instante,

pra sempre

 

Cáh Morandi e Priscila Rôde
Se existe amor,
há também esperança de existirem verdadeiras famílias,
verdadeira fraternidade,
verdadeira igualdade e,
verdadeira paz.
Se não há mais amor dentro de você,
se você continua a ver os outros como inimigos,
não importa o conhecimento
ou o nível de instrução que você tenha,
não importa o progresso material que alcance,
só haverá sofrimento e confusão no cômputo final.
O homem vai continuar enganando e
subjugando outros homens,
mas insultar ou maltratar os outros
é algo sem propósito.
O fundamento de toda prática espiritual é o amor.
Que você o pratique bem é meu único pedido.

Dalai Lama

Mãe...


Mãe

Mãe carinhosa, mãe dengosa

Mãe amiga, mãe irmã

Mãe sem ter gerado é a mãe de coração

Mãe solidão,

Mãe de muitos, mãe de poucos

Mãe de todos nós, Mãe das mães

Mãe dos filhos

Mãe-pai: duas vezes mãe

Mãe lutadora e companheira

Mãe educadora, mãe mestra

Mãe dos simples e dos pobres

Mãe dos que nada têm e dos que tudo têm

Mãe do silêncio, mãe comunicação

Mãe dos doentes e dos sãos

Mães dos que plantam e dos que colhem

Mãe de quem nada fez e de quem compra feito

Mãe de quem magoou e de quem perdoou

Mãe rica, mãe pobre

Mãe dos que já foram, mãe dos que ficaram

Mãe dos guerreiros e dos guerreados

Mãe que sorri, mãe que chora

Mãe que abraça e afaga

Mãe presente, mãe ausente

Mãe do sagrado, mãe da luz

Mãe de Jesus e mãe nossa.

Mãe, simplesmente mãe.
 

PADRE MARCELO ROSSI